Habitação

Vila Real de Santo António investe €101M em habitação

Felipe Ribeiro |
Vila Real de Santo António investe €101M em habitação

A Assembleia Municipal de Vila Real de Santo António aprovou a Estratégia Local de Habitação, que prevê um investimento na ordem dos 101 milhões de euros para apoiar mais de 812 agregados familiares.

Em declarações à Lusa, citada pelo Eco, o presidente do município, Álvaro Araújo, referiu que o investimento é financiado a 100% pelo PRR, mediante o programa 1.º Direito. O autarca referiu que a ELH aprovada, por unanimidade, abriu caminho para a sua aprovação pelo IHRU e a posterior assinatura do contrato entre as duas partes e a secretaria de Estado da Habitação, Marina Gonçalves.

Álvaro Araújo, realçou o trabalho efetuado pela empresa FNWay e pela divisão de saúde e intervenção social do município, em termos de enumerar as necessidades habitacionais e o número de pessoas abrangidas, que estabeleceu como principal prioridade, segundo o autarca, «a recuperação dos bairros sociais», sublinhando que «quando se fala em bairros sociais fala-se em todos os aglomerados de Vila Real de Santo António, quer sejam casas do município, quer sejam casas de particulares. São casas que estão em más condições há muitos anos e a principal prioridade será a sua recuperação».

Álvaro Araújo referiu ainda que a ELH vai «na próxima semana para o IHRU para ser validada» para «depois se poder assinar o acordo final» com o instituto e a secretaria de Estado da Habitação.

Conforme o documento da ELH aprovado na AM, a que a Lusa teve acesso, citado pelo Eco, «em causa está um total de 812 agregados (com 2.121 pessoas), 76 dos quais (227 pessoas) na freguesia de Monte Gordo, 71 (136 pessoas) na freguesia de Vila Nova de Cacela e 665 (1.758 pessoas) em Vila Real de Santo António».