Habitação

1.º Direito garante habitações a mais de 52.000 famílias

Felipe Ribeiro |
1.º Direito garante habitações a mais de 52.000 famílias

O programa 1.º Direito, mediante acordos de colaboração celebrados na semana passada entre o IHRU e algumas autarquias, chegou a 185 municípios, garantindo assim uma habitação digna a mais de 52 000 famílias.

É o que revela o comunicado divulgado na passada sexta-feira (29) pelo gabinete do ministro das Infraestruturas e Habitação: «a execução destes acordos segue também a um ritmo crescente, estando já contratualizadas com o IHRU cerca de 3000 soluções habitacionais, das quais cerca de um terço com obra concluída. Em fase de contratualização estão ainda, neste momento, cerca de 1500 novas soluções habitacionais».

Ainda que haja «dificuldades adicionais» como o aumento das matérias-primas, falta de mão de obra e concursos desertos, Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e Habitação, sublinha que «temos a obrigação coletiva de conseguir que não haja uma família sem condições de dignidade para viver. Temos de ter a capacidade de prometer e fazer, concretizar. É só assim que ganhamos o respeito do povo».

O ministro referiu ainda que o objetivo primordial é «aumentar e renovar o parque habitacional público é a nossa grande prioridade e foi por isso que o Governo português foi aquele que dirigiu mais verbas do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para a Habitação».