Investimento

Nuveen tem 300 milhões para investir na Ibéria em 2021

Susana Correia |
Nuveen tem 300 milhões para investir na Ibéria em 2021
RESIDÊNCIA DE ESTUDANTES MILESTONE PORTO ASPRELA

Sem desvendar qual o valor alocado a cada mercado, o objetivo da sociedade gestora norte-americana passa por diversificar a exposição da sua carteira, até aqui muito centrada no retalho; conferindo maior peso a segmentos como a logística ou a habitação para arrendamento.

A informação é avançada pelo diário espanhol Expansión, que nota ainda que só no passado a Nuveen já garantiu 400 milhões de euros em investimento em imobiliário na Pensínula Ibérica, tendo firmado um acordo com a Kronos Homes com vista a entrar na promoção de habitação para arrendamento.

Atualmente, a gestora conta com cerca de 2.100 milhões de euros em ativos distribuídos por Portugal e Espanha, 83% dos quais localizados neste último onde “aterrou” em 2006, focada no mercado de retalho. No entanto, nestes últimos anos a empresa tem vindo a diversificar a sua estratégia, investido em áreas chave com reconhecido potencial de crescimento, nomeadamente na logística, em residências de estudantes e em habitação para arrendamento.

De pedra e cal na Península Ibérica, o objetivo traçado para a região nos próximos anos é, precisamente, prosseguir com esta estratégia de diversificação.

Em Portugal, um dos focos da Nuveen continua a ser o mercado das residências de estudantes, prosseguindo os projetos preconizados no âmbito da joint-venture estabelecida com a promotora Value One. Recorde-se que em 2019, as empresas juntaram-se na criação de um fundo pan-europeu especializado nem residências de estudantes, tendo escolhido Lisboa e Porto para acolher alguns dos seus primeiros projetos.

É o caso da residência Porto Asprela, operada pela Milestone – criada no âmbito dessa joint-venture – com 220 apartamentos e já em funcionamento, e que ainda recentemente foi distinguida com a certificação Leed Gold.