Imobiliária de Warren Buffett entra em Portugal com a Portugal Property

Ana Tavares |
Imobiliária de Warren Buffett entra em Portugal com a Portugal Property

A partir de agora, a agência, cujo principal acionista é o milionário Warren Buffett, vai operar como Berkshire Hathaway HomeServices Portugal Property no nosso país. Uma empresa que pretende ser «não a maior do mundo, mas sim a melhor».

As palavras são de Caudio Prattico, Managing Director da Berkshire Hathaway HomeServices, que durante uma conferência de empresa avançou que «Portugal é um grande destino, é um segredo muito bem guardado, um país seguro, confortável, acolhedor para os estrangeiros».

Por isso, acredita, «o potencial é enorme, e a tendência de procura vai continuar». Sem avançar qualquer valor concreto, afirma que «estamos focados em crescer, em ganhar quota de mercado». E garante que «vão ouvir falar muito de nós». 

A empresa deverá dedicar-se essencialmente ao segmento médio-alto e premium de mercado (cerca de 80% residencial e 20% imobiliário comercial), mas quer aumentar a quota dos compradores nacionais, que atualmente representam 20% das vendas da Portugal Property.

 

As melhores práticas e o conhecimento local

Através desta parceria, a ideia é criar uma empresa que ganhe com as melhores práticas imobiliárias globais e o know how da Berkshire Hathaway e com o conhecimento local de mercado da Portugal Property. «Trazemos à Portugal Property longevidade, estabilidade, tecnologia. E a Portugal Property é a especialista local», completa Prattico.

Neste momento, a Portugal Property tem 7 escritórios em Lisboa, Porto e Algarve, contando com 43 agendes responsáveis por um volume de transações de perto de 90,5 milhões de euros em 2018. Até ao final de 2020, deverá abrir duas novas agências no nosso país. Entre localizações futuras podem estar a Madeira, Açores, Setúbal e Comporta, entre outras. «Vamos abrir onde fizer sentido», garante Michael Vincent.

Sem avançar números específicos, o CEO da Portugal Property avança que o objetivo é duplicar o número de corretoras em Portugal nos próximos anos: «acreditamos que a marca Berkshire Hathaway HomeServices nos vai ajudar a ter acesso a novos mercados e a um maior número dos mais influentes investidores em imobiliário a nível mundial, que estão cada vez mais atraídos por Portugal». Questionado sobre os preços do mercado português, garantiu que «ainda são uma fração do que se pratica noutras localizações, há muito espaço para crescer».