PNRU

D. João IV 823 está na corrida ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

Fernanda Cerqueira |
D. João IV 823 está na corrida ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

Trata-se de um edifício dos anos 60, cuja estética da época foi adotada e assumida, conferindo um certo carisma diferenciador a este edifício.

Esta intervenção é um dos casos, cada vez mais frequentes, que testemunham uma nova reabilitação urbana, necessária e urgente nas nossas cidades, a reabilitação de edifícios do século XX. Habituados a associar a reabilitação aos edifícios ‘mais antigos’ – edifícios do século XVIII e XIX – só agora começa a ser intervencionada uma franja importante do edificado. São imóveis do início do século XX e que hoje com 70, 80 e 90 anos precisam de ser reabilitados, assegurando habitação de qualidade em determinadas zonas da cidade. Na intervenção realizada no D. João IV 823 destacam-se a implementação de um elevador, que serve os cinco pisos do edifício, e a inscrição de sistemas de climatização (AVAC), assegurando acessibilidade e conforto.

Esta é uma promoção da Norte Magnético – Reabilitação e Investimentos Imobiliários, com obra da construtora Factor Prestígio, que concluiu a empreitada em fevereiro de 2020.

Último mês. Inscrições encerram no dia 8 de março

Entrou em contagem decrescente o prazo para a inscrição no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2021. Não perca a oportunidade! Até ao dia 8 de março ainda pode realizar a sua inscrição online em premio.vidaimobiliaria.com/incricoes/

Na edição de 2021 do Prémio podem concorrer as intervenções de reabilitação urbana concluídas entre 1 de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2020, desde que não tenham sido candidatas em edições anteriores do Prémio.

Saiba mais em premio.vidaimobiliaria.com