Crédito

Subida da taxa de juro reflete-se no aumento das taxas Euribor

Felipe Ribeiro |
Subida da taxa de juro reflete-se no aumento das taxas Euribor

Após o BCE anunciar um aumento da taxa de juro em 0,5%, as taxas Euribor a três meses registaram um novo máximo desde setembro de 2014 e a seis e a 12 meses para novos máximos, desde agosto de 2012.

A taxa Euribor mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, a seis meses, subiu para 0,706%, mais 0,074 pontos que na quinta-feira, um novo máximo desde agosto de 2012, como revela a Lusa, citada pelo Eco. De referir que a Euribor a seis meses esteve negativa de 6 de novembro de 2015 a 03 de junho de 2022.

No que à Euribor a três meses diz respeito, subiu para 0,200%, um novo máximo desde setembro de 2014. De frisar também que, esta taxa esteve negativa entre 21 de abril de 2015 e 13 de julho.

A 12 meses, a Euribor fixou-se em 1,200%, novo máximo desde agosto de 2012. Diferentemente dos outros prazos, a Euribor a 12 meses está em terreno positivo desde 21 de abril.