Banca

Taxa de juro sobe 0,5% pela primeira vez desde 2011

Felipe Ribeiro |
Taxa de juro sobe 0,5% pela primeira vez desde 2011

Pela primeira vez em 11 anos, o BCE subiu as taxas de juro na Zona Euro. Christine Lagarde, líder do Banco Central Europeu anunciou hoje (21) após o Conselho de Governadores, o aumento de 50 pontos base nas três taxas com efeitos a partir de 27 de julho, de acordo com informação avançada pelo Negócios.

A taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento sobe para 0,5%, a taxa de juro aplicável à facilidade permanente de cedência de liquidez avança para 0,75% e a taxa de depósitos para 0% . De referir que todas estas taxas citadas estavam em mínimos históricos.

Este aumento por parte do BCE, tem como finalidade impedir a evolução da inflação na Zona Euro, que neste mês atingiu 8,6%. A autoridade monetária, que havia indicado na última reunião realizada um aumento de 25 pontos bases, refere que devido à atualização do cenário económico da Zona Euro e à introdução de uma nova ferramenta "anti-fragmentação", implicou a uma maior subida das taxas de juro, de 50 pontos base.

«O Conselho do BCE considerou apropriado dar um primeiro passo maior, na sua trajetória de normalização das taxas de juro diretoras, do que o sinalizado na reunião anterior. Esta decisão assenta na avaliação atualizada do Conselho do BCE relativamente aos riscos de inflação e no apoio reforçado proporcionado [pela nova ferramenta ‘anti-crise’] para a transmissão eficaz da política monetária», refere o BCE, citado pelo Negócios, acrescentando que vai apoiar «o regresso da inflação ao objetivo de médio prazo do Conselho do BCE, ao ancorar mais firmemente as expectativas de inflação e ao garantir o ajustamento das condições da procura para a consecução do objetivo de inflação a médio prazo».

Para travar esta possibilidade de crise, a autoridade monetária vai avançar com uma nova ferramenta anti fragmentação.