Habitação

Preços da habitação sobem 9,9% em Portugal

Ana Tavares |
Preços da habitação sobem 9,9% em Portugal

No terceiro trimestre de 2021, os preços das casas em Portugal registaram uma subida homóloga de 9,9%, face a igual trimestre de 2020, mostram os dados do Eurostat.

Neste trimestre, registou-se uma subida dos preços da habitação de 8,8% na zona euro e de 9,2% na União Europeia, face a igual trimestre do ano anterior. Este é, segundo o Eurostat, o maior crescimento anual registado na zona euro desde 2005, quando se começaram a recolher dados para estas estatísticas, e desde 2007 no caso da UE. São subidas que acentuam as de 6,8% e 7,4% registadas no trimestre anterior, respetivamente.

Todos os países analisados na UE registaram subidas nos preços das casas no terceiro trimestre de 2021, e metade ultrapassou os 10%. As subidas menos expressivas registaram-se no Chipre (+2,2%), Itália e Espanha (+4,2%). A maior subida registou-se na República Checa (+22%), seguida pela Lituânia (+18,9%), Estónia (+17,3%) e Países Baixos (+16,8%).

Na variação em cadeia, os preços subiram 3,6% em Portugal, acima dos 3,3% da zona euro e dos 3,1% da União Europeia.

Destaque para as subidas da República Checa (+7,3%), Países Baixos (+5,9%), Lituânia (+5,4%) e Irlanda (+5,1%). As menores variações registaram-se na Roménia (+0,1%), Finlândia (+0,2%) e Dinamarca (+0,3%).