Habitação

Portugal em 6º lugar entre os países da OCDE com maior risco de bolha imobiliária

Felipe Ribeiro |
Portugal em 6º lugar entre os países da OCDE com maior risco de bolha imobiliária

O risco de bolha imobiliária já uma realidade: com o aumento progressivo das taxas de juros diretoras por parte dos bancos centrais, os juros dos créditos à habitação sobem também.

O aumento geral dos preços, alerta para o perigo de uma recessão global, um contexto que pode fazer com que a procura esmoreça, assim, os preços das casas podem cair e rebentar a bolha imobiliária em muitas das economias.

É o que indica o estudo da Bloomberg Economics, citado pelo Idealista/news, ao examinar 19 países da OCDE, em fatores como as rendas, rendimentos, crescimento do preço das casas e o crescimento do crédito habitação.

Portugal ocupa o sexto lugar entre os países da OCDE com maior risco de bolha imobiliária, numa lista encabeçada pela Nova Zelândia. Portugal apresenta dois indicadores no vermelho, de acordo com o estudo: o preço das casas é 56% superior ao das rendas e quase 47% superior ao rendimento das famílias. O preço real das casas subiu 11,6% e o preço nominal 9,4%, e o crédito habitação caiu 2%, em território nacional.