Fundos

Fundos Imobiliários gerem mais €55M em novembro

Felipe Ribeiro |
Fundos Imobiliários gerem mais €55M em novembro
Países da União Europeia foram destino da totalidade do investimento executado em ativos imobiliários.

Segundo resultado dos indicadores mensais apresentados pela CMVM, relativos aos fundos de investimento imobiliário, em novembro de 2022, o valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário (FII), dos fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e dos fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI) atingiu 10.755,6 milhões de euros, mais 55 milhões (0,5%) do que em outubro

O montante investido nos fundos de investimento imobiliário diminuiu 0,3%, respetivamente para 8.043,5 milhões de euros. Nos FEII, o valor cresceu 3,5% para 2.450,8 milhões de euros, já nos FUNGEPI decresceu 0,2% para 261,3 milhões de euros.

No mês de novembro, países da União Europeia foram destino da totalidade do investimento executado em ativos imobiliários, sendo que 49,0% da carteira dos FII e FEII abertos foram aplicados em imóveis do setor dos serviços. Os investimentos efetuados pelos FUNGEPI se destinaram, especialmente, ao setor dos serviços (48,5%).

Square AM detém maior quota de mercado

De destacar que a Square AM (12,5%), a Interfundos (10,4%), e a Caixa Gestão de Ativos (8,7%) retinham as quotas de mercado mais elevadas.

No mês em análise a CMVM aponta ainda para a constituição da sociedade especial de investimento imobiliário "MCG Investments - SICAFI especial, SA" gerida pela Imorendimento. 

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários indica também que, em novembro, foram liquidados os fundos de investimento imobiliário "Addrezza Arrendamento", gerido pela Square Asset Management, e "Rendifundo", gerido pela GNB Real Estate.