Sotheby’s passa a ter 7 escritórios em Portugal

Ana Tavares |
Sotheby’s passa a ter 7 escritórios em Portugal

Segundo o Económico, a ideia é que estes 7 escritórios, que empregam cerca de 200 pessoas entre Lisboa, Oeiras, Cascais, Estoril, Sintra, Vilamoura, Carvoeiro e Porto, sejam responsáveis por 80% das transações da empresa.

As novas aberturas incluem um escritório na Expo, no Carvoeiro, a remodelação do escritório de Vilamoura e a abertura no Porto, o que prefez um investimento total de 1,5 milhões de euros, segundo avançou à mesma fonte Gustavo Soares, managing director da marca em Portugal. Só o escritório do Porto representou um investimento de 500.000 euros e deverá ter 50 colaboradores no final do próximo ano.

Para Pedro Pinheiro, partner deste novo escritório, «o norte e o Porto mais concretamente afirmam-se cada vez mais como polarizadores de investimento estrangeiro, sendo que a abertura deste escritório é fundamental para dar resposta a essa procura». Esta unidade já comercializa 300 propriedades de luxo.

Depois de 2016, completo o objetivo dos 7 escritórios no nosso país, o objetivo é abrir mais 4 ou 5 escritórios de menor dimensão na Madeira, Minho e Douro.

De recordar que, até agosto, a Sotheby’s vendeu 220 imóveis de luxo em Portugal, num volume de negócios de 200 milhões de euros, o que faz prever «que se possa atingir a barreira das 300 propriedades vendidas durante o ano de 2015, alcançando-se assim os 300 milhões de euros de volume de negócios, o melhor resultado de sempre desde que em 2007 a Sotheby's se instalou em Portugal», antevê Gustavo Soares.