Tendência de quebra dos ‘golden visa’ “manter-se-á”, diz APEMIP

Ana Tavares |
Tendência de quebra dos ‘golden visa’ “manter-se-á”, diz APEMIP

 

Para o presidente, Luís Lima, «infelizmente, a tendência de quebra manter-se-á, pois a grande maioria destes números correspondem à emissão de vistos que estavam pendentes há muito. É difícil monitorizar estes dados, por não corresponderem aos resultados reais do programa».

No entanto, ressalva «a sua importância que se traduz nos valores que apresenta: desde a sua criação que o país já recebeu investimentos de mais de 3,7 mil milhões de euros».

Luís Lima acredita que é difícil recuperar a credibilidade do programa junto dos potenciais investidores estrangeiros, apesar de considerar o mecanismo «fabuloso, e é importante para nós que se mantenha, mas a funcionar adequadamente. Há nacionalidades que começam a descobrir o nosso país e a olhar para nós como boa alternativa de investimento, como é o caso dos Turcos, que começam agora a surgir no top 5 dos cidadãos que mais compram ao abrigo deste programa», exemplifica. Adianta que «o nosso país está na mira do investimento daqueles cidadãos, nomeadamente no que diz respeito ao imobiliário que se apresenta como uma alternativa segura de investimento».