Estatísticas

Vendas do retalho descem 4,1% em 2020

Ana Tavares |
Vendas do retalho descem 4,1% em 2020

O Índice de Volume de Negócios do Comércio a Retalho do INE mostra que as vendas desceram 4,1% no total do ano de 2020, variação que compara com o crescimento de 4,3% registado em 2019.

No último ano, os índices de emprego, remunerações e horas trabalhadas registaram taxas de variação homóloga de -2,1%, 0,9% e -8,1%, respetivamente.

Registou-se uma taxa de variação homóloga de -4,5% no mês de dezembro, um desagravamento face à taxa de -5,3% registada em novembro. Só os produtos não alimentares registaram uma contração da atividade de -9,9%. O consumo de produtos alimentares subiu 2,4%.

Nesse mês, os índices de emprego, remunerações e horas trabalhadas registaram taxas de variação homóloga de -4,6%, -4,1% e 6,7%, respetivamente.

No quarto trimestre do ano, as vendas do retalho desceram 3,4% face a igual trimestre de 2019, um agravamento face à descida de 2,1% registada no terceiro trimestre. O INE explica que esta variação «deveu-se exclusivamente à forte redução de 7,9% do comércio a retalho de produtos não alimentares, visto que o comércio de produtos alimentares aumentou 2,3%».