Centros Comerciais

Novo City Center Covilhã abre em 2023

Ana Tavares |
Novo City Center Covilhã abre em 2023

No segundo trimestre do próximo ano, deverá inaugurar o novo projeto comercial City Center Covilhã, promovido pela Forumlar . A comercialização está a cargo da CBRE.

Situado no principal eixo rodoviário da Covilhã, o City Center Covilhã terá uma área total de cerca de 18.000 metros quadrados e 14 lojas, distribuídos por 3 pisos, dois deles com acesso direto a partir da rua, além de zona de estacionamento com 740 lugares. O projeto de arquitetura é assinado pela Frontcity.

Carlos Récio, diretor de Retail Advisory & Transaction Services da CBRE, comenta em comunicado que «este tipo de projetos, que em algumas situações podem ser vistos como uma extensão do comércio de rua, com uma valência adicional de estacionamento para conforto dos clientes, revelou ser uma tipologia de ativos resiliente aos efeitos negativos da pandemia. Esta particularidade deveu-se por um lado às caraterísticas físicas, por se tratar de espaços ao ar livre, de grandes dimensões e acesso direto às lojas desde o exterior, o que transmite uma sensação de segurança aos consumidores e, por outro, pela oferta que tradicionalmente apresentam, onde figuram alguns dos setores de atividade que foram menos afetados pela quebra no consumo».

Segundo o responsável, «este novo espaço comercial trará dinamismo e investimento a uma cidade com uma importante tradição empresarial e industrial, que é hoje um centro urbano que soube criar capacidade e competências para a formação de jovens altamente qualificados. Perante fatores como uma oferta comercial diferenciadora, qualidade, imagem e design, o City Center Covilhã irá servir os habitantes locais, mas igualmente os de zonas circundantes como os do Fundão, Belmonte, Manteigas e Seia».

A Forumlar conta já com um portfólio de investimentos na região da Serra da Estrela de vários milhões de euros, em consórcio com outros parceiros das áreas do turismo, distribuição e saúde. Têm em preparação para os próximos anos «investimentos de dezenas de milhões de euros em diversas áreas de negócio».