Centros Comerciais

Imaginarium fecha lojas em Portugal

Ana Tavares |
Imaginarium fecha lojas em Portugal

A insígnia de brinquedos espanhola Imaginarium anunciou que vai encerrar 41 das 43 lojas que tem em Espanha, mantendo espaços apenas em Málaga e Saragoça. Em Portugal, encerra as 12 lojas que tem em centros comerciais (atualmente fechadas devido ao confinamento).

A informação foi dada pelo CEO da Imaginarium, Frederico Zurcher, ao El País. Segundo o jornal, o grupo vê-se obrigado a reduzir a sua estrutura ao mínimo em tempo de pandemia, depois de já ter implementado um plano de restruturação no final de 2019, quando já estava à beira da falência.

Zurcher explica que «pensamos na parte financeira nos últimos anos, mas chegou a Covid que acabou por complicar a situação. O que estamos a fazer é migrar para um modelo de negócio que não depende das lojas físicas. Não fechámos, estamos em transformação», diz ao jornal El Periódico de Aragón, falando num «modelo de retalho do futuro».

As três lojas Imaginarium em Portugal vão fechar. Zurcher avança que «em Portugal vamos fechar tudo, mas temos a esperança de voltar a ter uma loja própria e outra em franchise».

No final de 2019, a Imaginarium já tinha capital negativo, depois de ter registado, desde 2018, perdas operacionais na ordem dos 8,5 milhões de euros, ainda assim uma melhoria face aos 12,4 milhões de euros negativos do período anterior, que conseguiu com o encerramento de algumas lojas. Em setembro de 2020, solicitou pré-falência aos credores.

Em Portugal, tem vindo a declarar prejuízos desde 2014, segundo o Público. Em janeiro deste ano, entrou o primeiro pedido de declaração de insolvência, registado no Tribunal da Comarca de Lisboa, devido a uma dívida de 119.000 euros.