CBRE

CBRE promove certificação de segurança para edifícios comerciais

Ana Tavares |
CBRE promove certificação de segurança para edifícios comerciais

Este novo sistema garante a qualidade dos protocolos e procedimentos dos serviços de limpeza, desinfeção e segurança implementados nestes locais, no combate à propagação do novo coronavírus.

O selo SGS é atribuído às organizações depois de avaliados todos os parâmetros e condições de higiene e segurança necessários para assegurar que o regresso ao normal funcionamento das atividades profissionais é feito da forma correta, por meio de verificação documental e inspeção no local por auditores independentes.

Esta certificação enquadra-se numa estratégia ibérica da CBRE que envolve um total de 50 imóveis, muitos deles já com o selo de segurança.

Em Portugal, serão alvo deste processo de certificação os oito centros comerciais geridos e comercializados pela consultora - AlmaShopping em Coimbra, Alameda Shop & Spot na cidade do Porto, Nosso Shopping em Vila Real, RioSul no Seixal, LoureShopping em Loures, 8ªAvenida em São João da Madeira, Torreshopping em Torres Novas e UBBO na Amadora, em Lisboa – e  nove edifícios de escritórios em Lisboa – Castilho 165, Restelo Business Center, Bloom, Almirante Reis 65, Alto das Amoreiras, Berna 54, Forte 12 e República 59 – e no Porto – D. Manuel II.

Bernardo Freitas, Head of Technical Department de Property Management da CBRE, afirma que «o cumprimento das medidas de segurança e de higiene, publicadas pela Direção Geral da Saúde, é uma das prioridades máximas das equipas de Property Management da CBRE. A presente certificação permite confirmar o esforço que temos feito nesse sentido ao longo dos últimos meses: assegurar que os espaços são totalmente seguros e transmitir total confiança a quem os frequenta, neste período de “nova normalidade”. O facto de este ser um processo de certificação internacional comprova que, mais do que nunca, as nossas equipas estão alinhadas e a trabalhar para colocar Portugal na linha da frente das boas práticas no combate ao Covid-19».