Transações de imóveis no centro de Viseu somam os €10M

Ana Tavares |
Transações de imóveis no centro de Viseu somam os €10M

Almeida Henriques, presidente da Câmara Municipal de Viseu, comenta que «depois da dinâmica sem precedentes revelada em 2018, o ano de 2019 manteve um elevado grau de investimento, o que revela, por um lado, a atratividade do nosso centro histórico, e, por outro, a confiança que os investidores depositam na política de regeneração que temos vindo a implementar», citam a Lusa e o Eco.

No ano passado, segundo os números da SRU Viseu Novo, foram aprovadas em reunião de câmara 79 transações de imóveis abrangidos pela ARU. Desde setembro de 2013 até ao final de 2019 foram realizadas 380 transações de imóveis, num valor global de venda de 37,6 milhões de euros. A área bruta de reabilitação ronda os 87.256 m².

A autarquia acredita que, desde que o atual executivo está em funções, terão sido ou estão neste momento em fase de reabilitação um total de 530 edifícios, de um universo de 1.120 existentes na ARU.

No decorrer desta dinâmica, o município decidiu alargar os benefícios à reabilitação do edificado às 25 freguesias do concelho, criando o programa Reabilitar no Rural, que incentiva a reabilitação de edifícios com mais de 30 anos através de benefícios fiscais como a redução ou isenção de taxas municipais, de IMI ou IMT, ou através da concessão de apoios financeiros, entre outros.

Almeida Henriques explica que «pretende-se com estas medidas, a criação de um clima favorável, facilitador e motivador da reabilitação do edificado degradado e o combate ao despovoamento das zonas mais rurais e periféricas do concelho, garantindo um forte contributo para a coesão territorial».