Braga

Hasta pública da Fábrica Confiança sem propostas formalizadas

Ana Tavares |
Hasta pública da Fábrica Confiança sem propostas formalizadas

Olga Pereira, vereadora responsáveis pelos equipamentos municipais, afirmou este impasse em torno do edifício obriga a câmara a «tomar uma decisão sobre o assunto». Para já, está marcado novo leilão para o próximo dia 11 de março.

Em comunicado citado pelo Público, a autarquia explica que «não se encontram esgotadas as condições» para concretizar a alienação, mas decidiu mudar o regulamento da próxima hasta pública, que passa a «exigir a apresentação de propostas por carta fechada por parte dos investidores interessados».

Citada pela mesma fonte, Olga Pereira afirmou também que a autarquia vai responder à providência cautelar interposta pela plataforma cívica Salvar a Fábrica Confiança, para a suspensão do Pedido de Informação Prévia apresentado a 8 de janeiro, segundo o qual se preserva o edifício industrial, e viabiliza a construção de um edifício de 7 pisos na área traseira, a transformar numa residência para 300 estudantes.