Habitação

Condomínio Riverine nasce na marginal de Oeiras

Susana Correia |
Condomínio Riverine nasce na marginal de Oeiras

Com conclusão das obras prevista para 2020, o Riverine resulta da reabilitação de um antigo edifício na avenida Marginal, em Paço de Arcos, que dará lugar a um condomínio privado composto por três moradias. Entre outras especificidades, o projeto integra um jardim privativo e uma área de lazer com piscina.

Com áreas brutas privativas entre 172 e 198 m², todas as casas tiram partido da localização dispondo de ampla vista sobre o Tejo e Atlântico. O seu valor de venda ronda os 1,5 milhões de euros, cada.

«Este projeto procura tirar partido do melhor que a localização deste edifício tem para oferecer: uma vista única, primeira linha de mar e um jardim generoso na parte tardoz que permite usufruir de uma qualidade de vida sem paralelo», explica Mariana Morgado Pedroso, Diretora Geral do Architect Your Home. Neste sentido, «projeto foi desenvolvido mantendo a traça original das fachadas para a Marginal em simultâneo com a introdução de novas infraestruturas de forma a dotar o edifício de excelentes acabamentos, eficiência energética e espaços amplos no seu interior, sempre com a relação mar-jardim presente ao longo dos vários compartimentos de cada casa», diz.