Candidaturas ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana até dia 10

Ana Tavares |
Candidaturas ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana até dia 10

Podem concorrer ao galardão projetos e intervenções de reabilitação urbana concluídos em Portugal entre 1 de janeiro de 2015 e 31 de dezembro de 2016, que não se tenham candidatado em edições anteriores. Os projetos vencedores serão conhecidos durante a Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa.

Iniciativa da Vida Imobiliária e da Promevi, o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana distingue os melhores projetos da área em Portugal de uma forma anual desde 2013. Já recebeu mais de 200 candidaturas oriundas de 40 concelhos do país desde a 1ª edição do evento.

A edição do prémio de 2017 conta uma vez mais com o Alto Patrocínio do Governo de Portugal, concedido através da Direção Geral do Património Cultural, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura. A Secil será também patrocinadora desta edição, comprovando o seu empenho no reconhecimento da qualidade de obras e intervenções, a exemplo da sua iniciativa própria, os Prémios Secil.

Este ano, o júri integra o professor João Duque, que irá substituir o professor Augusto Mateus, e do arquiteto Nuno Valentim, que substitui o arquiteto João Mendes Ribeiro. João Pedro Falcão de Campos, Manuel Reis Campos e João Appleton mantêm-se no corpo de jurados.

A 5ª edição do prémio vai também introduzir pela 1ª vez a menção honrosa para “Melhor Reabilitação Estrutural”, que pretende distinguir a melhor intervenção de preservação estrutural do edifício, e que se junta às menções de “Melhor Reabilitação Inferior a 1.000 m²”, “Melhor Intervenção de Restauro” e “Melhor Solução Eficiência Energética” e aos prémios principais nas categorias residencial, comercial/serviços, turismo,  impacto social e melhor reabilitação na cidade de Lisboa.

Além do apoio da Secil e do Governo, esta iniciativa conta também com os patrocínios Platina já confirmados da Schmitt+Sohn Elevadores, da CGD e da Aguirre Newman. Nos patrocínios ouro, renovam o apoio a Revigrés e a Sanitana. O IMPIC, a CPCI, a Ordem dos Arquitectos, a União das Misericórdias Portuguesas, a APPII e a ALP renovam também o seu apoio institucional ao evento.

Mais informação sobre o evento pode ser encontrada aqui, onde podem também ser feitas as inscrições.