Barreiro quer tornar estação Sul e Sueste numa nova «LxFactory»

Susana Correia |
Barreiro quer tornar estação Sul e Sueste numa nova «LxFactory»

Avançada pelo jornal O Setubalense, a notícia dá conta que a antiga estação, votada ao abandono há já vários anos, poderá estar prestes a ganhar um novo projeto, cuja luz verde está por agora pendente da assinatura de um protocolo de entre a IP – Infraestruturas de Portugal e um privado, que será o grande investidor novo empreendimento. E, segundo avança ainda o mesmo jornal, fontes ligadas à autarquia terão avançado que este parceiro privado é, nada mais nada menos, que um investidor que já está envolvido na Lx Factory e «que está interessado em avançar com um projeto semelhante nesta margem do Tejo».

Não sendo conhecidos pormenores, para já sabe-se apenas que o plano passa por revitalizar aquele antigo hangar ferroviário, criando no local espaços de restauração, cultura ou escritórios, parte dos quais a funcionar em antigas carruagens da CP. Uma proposta que a autarquia vê com bons olhos, reconhece o vereador Rui Braga, responsável pela divisão de Reabilitação e Revitalização Urbana, na medida em que pode permitir «não só a reabilitação do edificado e a preservação da nossa história, mas a criação de novas dinâmicas, postos de trabalho e estabelecer uma ligação á atividade comercial, podendo vir a ser um novo cartão de visita do Barreiro».

Recorde-se que o Lx Factory é hoje detido pela Keys Asset Management, que em 2017 comprou o complexo à portuguesa Mainside, num negócio avaliado em vários milhões de euros.