JLL

Antigo edifício das conservas Alva transforma-se em habitação

Ana Tavares |
Antigo edifício das conservas Alva transforma-se em habitação

O edifício terá 15 unidades T0 a T3, com áreas entre os 53,4 e os 142 m², distribuídas por 4 pisos. Os preços de venda variam entre os 160.000 e os 398.000 euros.

Este projeto de reabilitação vai manter e recuperar as fachadas norte e oeste, e prevê a construção de duas novas a este e sul.

A Predibisa e a JLL comercializam o imóvel em regime de co-exclusividade. Para Joana Lima, responsável da Predibisa pelo segmento de reabilitação urbana, comenta que «este projeto residencial Alva destina-se a quem procura qualidade de vida. A proximidade da praia de Matosinhos, conceituada mundialmente pela prática de surf e pela extensão de areia branca, a proximidade de ampla oferta de serviços, ginásios, restaurantes, a gastronomia reconhecida por World’s Best Fish District, as excelentes acessibilidades, o serviço de metro, a proximidade a diversos estabelecimentos de ensino e escritórios de multinacionais têm sido fatores impulsionadores da procura residencial».

Acredita que «o projeto residencial Alva integra-se num imóvel que traduz o teor histórico e identitário de uma antiga fábrica conserveira e que dará resposta a quem pretende viver ou investir em Matosinhos Sul, zona cada vez mais cosmopolita».

Por seu turno, Patrícia Barão, Head of Residential da JLL, considera que «o Alva é um condomínio que alia charme histórico ao conforto e valências da vida moderna, situado próximo da praia e das principais ruas comerciais de Matosinhos, com bons acessos, numa zona que é uma extensão natural do Porto. É não só uma excelente opção para quem valoriza viver com qualidade e maior tranquilidade a zona do Porto, como para quem olha para este mercado numa perspetiva de investimento».