Torres do Aleixo no Porto vão desaparecer até ao final do ano

Fernanda Cerqueira |
Torres do Aleixo no Porto vão desaparecer até ao final do ano

Das cinco torres, a primeira foi demolida em 2011, a segunda em 2013 e até ao final deste ano serão demolidas as três restantes. A informação é avançada pela Lusa que cita a FundBox, a entidade gestora do Inversurb, o Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado criado em 2010 para gerir o projeto do Bairro do Aleixo, no Porto.

A desmontagem nas torres dois e três será feita progressivamente, à medida que vão avançando os trabalhos na torre um, «mantendo-se, caso não surja nenhum constrangimento adicional, o prazo de seis para a conclusão dos trabalhos», explicou Manuel Monteiro de Andrade, administrador-delegado da Fundbox à Lusa.

À agência de notícias, Manuel Monteiro de Andrade sublinhou ainda que o processo está a ser acompanhado, desde o primeiro momento pela Quercus, confirmou estar disponível para apoiar um trabalho de demolição seletiva, com o reaproveitamento e valorização dos materiais existentes nas torres.