Hotelaria

Tivoli sai do Alentejo. Ecorkhotel deixa de ser franchising

Ana Tavares |
Tivoli sai do Alentejo. Ecorkhotel deixa de ser franchising

O Ecorkhotel, ainda Tivoli Évora Ecoresort, fez parte do Grupo Tivoli entre 2018 e 2020, mas o fim do franchising começou a ser pensado «desde que houve alteração da organização da Tivoli e os hotéis passaram a ser geridos pelo grupo NH. Por termos maneiras de estar diferentes e querermos voltar a apostar no serviço ao cliente, nas experiências locais e na boa comida regional, seria incompatível a manutenção do acordo», explica Miguel Fonseca, administrador do Ecorkhotel, ao Boa Cama Boa Mesa, do Expresso, que fala num «divórcio amigável».

A partir de 31 de janeiro deste ano, o hotel vai voltar a ser um boutique hotel independente, focado no local e na sustentabilidade, data confirmada pela Tivoli.

O Ecorkhotel nasceu em 2013 e tem 56 suites privativas com pátios individuais e uma vila para 8 pessoas. Está equipado com piscinas interior e exterior, spa, e conta também com o restaurante Cardo, do chef Vasco Ferreira.

O hotel tem a classificação Km0 (quilómetro zero), que assegura que todos os produtos adquiridos têm origem ou são transformados num raio de, no máximo, 50 km. Tem também a certificação Biosfera, que certifica a contínua aposta na sustentabilidade turística.