Turismo

NH Hotels planeia vender portfólio de hotéis na Europa por €200M

Vanessa Sousa |
NH Hotels planeia vender portfólio de hotéis na Europa por €200M

Apesar de ainda não estar definido ao certo quantos hotéis vão estar envolvidos nesta operação, fontes de mercado avançaram ao jornal El Economista que estão em análise “4 ou 5 hotéis” consolidados e não estratégicos, localizados em países como Portugal, Holanda e Alemanha. Para já, as mesmas fontes revelam que os hotéis em Espanha não deverão entrar neste lote.

Este processo - que deverá ser concluído segundo o modelo sale &leaseback num momento demaior estabilidadepor cerca de 200 milhões de euros - está ainda numa fase inicial, na qual o NH Hotels está a avaliar o interesse de fundos de investimento pelo segmento. Neste grupo, incluem-se as empresas com quem já concluiu transações nos últimos anos, como é o caso da francesa Covivio que desembolsou 570 milhões de euros por 8 unidades distribuídas por diferentes cidades da Europa.

Embora a queda da faturação de NH Hotels devido aos efeitos da pandemia seja inegável – de -62,4% , registando 309,3 millones de euros -, esta operação faz parte da estratégia de rotação de ativos do grupo que já tem, aliás, a vindo a ser executada e que lhe permitirá «reforçar a sua liquidez» no longo prazo, revelam fontes próximas do grupo hoteleiro ao mesmo jornal.

 

365 unidades em 29 países

Hoje, NH Hotels Group conta com um total de 365 unidades distribuídas por 29 países da Europa, América, África e Médio Oriente, revelam os dados que constam na sua página oficial. Do total, apenas 76 unidades são sua propriedade.

Em Portugal, o grupo tem 17 unidades hoteleiras sob a sua gestão, que se distribuem por Lisboa (5), Algarve (6), Porto (2), Sintra (2), Évora (1) e Coimbra (1).

Em junho passado, o grupo chegou a vender 3 unidades situadas na capital portuguesa - o Tivoli Avenida Liberdade Lisboa, o Tivoli Oriente Lisboa e o AVANI Avenida Liberdade Lisbon -, numa operação conduzida pela tailandesa Minor Internacional, proprietária do grupo hoteleiro. 313 milhões de euros foi o valor que Invesco Real Estate, o novo proprietário destas unidades, pagou na altura para incluí-las no seu portfólio.