Algarve

Taxa de ocupação da hotelaria do Algarve fixa-se nos 10,3% em junho

Ana Tavares |
Taxa de ocupação da hotelaria do Algarve fixa-se nos 10,3% em junho

Os números provisórios agora divulgados pela AHETA mostram que o mercado nacional protagonizou a maior descida homóloga, de -58,7%, representando, no entanto, 82,7% do total das dormidas registadas neste mês.

Neste mês, o volume de negócios registou uma descida de 81,2% face a junho de 2019, o que reflete o efeito da pandemia no mercado turístico.

Em termos acumulados, no primeiro semestre deste ano a ocupação por cama registou uma descida média de -66,7%. O volume de vendas desceu 49,6%.

Em declarações à agência Lusa, o líder da AHETA, Elidérico Viegas, afirma que o verão de 2020 «não será comparável» ao do ano passado, e que o mercado se mantém numa época baixa, que se pode agravar novamente a partir de setembro. «O efeito nas receitas das empresas e o impacto no emprego é indiscutível e será uma realidade incontornável», cita o Negócios.