Arrendamento

Rendas sobem 25% desde 2010

Ana Tavares |
Rendas sobem 25% desde 2010

Entre 2010 e o terceiro trimestre de 2021, os valores das rendas das casas em Portugal subiram cerca de 25%, mostram os mais recentes dados do Eurostat. Só no terceiro trimestre do ano passado, as rendas subiram 1,2% em termos homólogos.

Esta é uma subida menos acentuada que a de perto de 60% dos preços das casas, no caso de Portugal, ambas acima do índice europeu. Nestes anos, as rendas das casas na União Europeia subiram 16%, subida que compara com a de 39% do preço de venda da habitação.

Segundo o Eurostat, entre 2010 e 2011 os preços das rendas e das casas seguiam uma rota de crescimento semelhante e estável, mas a partir do segundo trimestre de 2011 começaram a divergir significativamente. As rendas continuaram a crescer de forma sustentada, e os preços das casas flutuaram significativamente, com fortes descidas entre 2011 e 2013, disparando desde 2015.

De notar que os preços das casas inclusivamente mais que duplicaram em alguns países, como na Estónia (141%), Hungria (118%), Luxemburgo (117%), Letónia (106%) ou Áustria (104%). As maiores subidas dos valores das rendas registaram-se na Estónia (162%), Lituânia (111%) e Irlanda (68%). Grécia e Chipre registaram até descidas, de -25% e 3%, respetivamente.