Arrendamento

Programa Renda Segura já tem mais de 10.000 interessados

Ana Tavares |
Programa Renda Segura já tem mais de 10.000 interessados

Falando durante o webinar “CML e APEMIP – Programa Renda Segura”, que decorreu esta terça-feira, organizado pela associação imobiliária, Medina avançou que o programa registou muito interesse aos primeiros dias de lançamento. E está convicto de que «este programa vai preencher uma importante lacuna na nossa cidade: trazer mais jovens e mais pessoas da classe média para dentro de Lisboa».

Medina admite que «não temos ainda um parque habitacional estabilizado para a classe média no centro da cidade, ao contrário do que já acontece em muitas capitais europeias». Através deste programa, a autarquia arrenda imóveis a proprietários privados, alguns de alojamento local, que subarrenda depois a preços acessíveis, num custo público de cerca de 4 milhões de euros por ano.

A ideia é contribuir para aumentar a oferta de habitação (em arrendamento) acessível, em especial para a classe média. «Proporcionamos boas rendas aos inquilinos, a risco zero, bons incentivos fiscais para as partes envolvidas e também perto de 500 mil euros em comissões pagas por serviços prestados ao setor imobiliário. É um custo que nós assumimos, para trazer mais gente para Lisboa», diz o autarca, citado pelo Expresso.