Habitação

Preços da habitação sobem 12,9% no primeiro trimestre

Felipe Ribeiro |
Preços da habitação sobem 12,9% no primeiro trimestre

O primeiro trimestre registou um crescimento de 12,9% no índice de preços da habitação (IPHab), face ao período homólogo, e mais de 1,3 pontos percentuais do que no trimestre anterior.

Segundo os dados fornecidos hoje pelo INE, nos três primeiros meses do ano, os preços das habitações existentes sofreram um acréscimo acima das habitações novas, 13,6% e 10,9%, respetivamente.

Face ao último trimestre de 2021, o IPHab aumentou 3,8%. Por categoria, os preços dos alojamentos existentes aumentaram 4,4%, subida acima do observado nos alojamentos novos, 1,8%.

A autoridade estatística aponta ainda para o facto de, no primeiro trimestre do ano, se transacionarem 43 544 habitações, o que corresponde a uma taxa de variação homóloga de 25,8% e a uma redução em cadeia de 5,1%, de 11,6% em igual período de 2021. No período que foi analisado, o valor das habitações transacionadas fixou-se na ordem dos 8,1 mil milhões de euros, um acréscimo de 44,4% face ao período homólogo.

Em janeiro, fevereiro e março, 37 840 unidades foram adquiridas por famílias (86,9% do total), o que corresponde a 7,0 mil milhões de euros (86,1% do total). Já 2556 habitações (5,9% do número total de transacções) envolveram compradores com domicílio fiscal fora de Portugal.