Confidencial Imobiliário

Porto Prime Index promete mais transparência ao mercado de escritório do Porto

Fernanda Cerqueira |
Porto Prime Index promete mais transparência ao mercado de escritório do Porto

O Porto Prime Index foi apresentado esta terça-feira, dia 3 de março, no Porto, pela Confidencial Imobiliário e com o apoio das principais consultoras imobiliárias que operam no mercado nacional e que neste evento contou com a colaboração da Câmara Municipal do Porto. Este é o primeiro índice de escritórios do Porto e vai monitorizar a ocupação de espaços em edifícios de escritórios. Uma ferramenta de informação que confere maior transparência ao mercado e que apoia os inúmeros estudos de research desenvolvidos pelas consultoras internacionais com presença física na cidade do Porto.

De acordo com os primeiros resultados desta análise, no ano de 2019, foram ocupados de 55 mil metros quadrados na região do Porto. Os principais ocupantes foram as empresas de TMT´s & Utilities, seguidas pelas empresas de serviços financeiros, farmacêuticas e saúde e produtos de consumo.

As zonas que registaram os valores mais elevados foram as CBD da Baixa e Boavista, com valores médios próximos de 14€/m2. A prime rent mais elevada situou-se na Boavista, atingindo os 18€/m2.

Nas palavras de Ricardo Valente, Vereador do Pelouro da Economia, Turismo e Comércio, da Câmara Municipal do Porto “O Porto Prime Index marca o momento de profissionalismo do mercado imobiliário do Porto e é uma referência fundamental para a atração de capital, quer de investidores como ocupantes finais”.

Na apresentação do Porto Prime Index, António Gil Machado em nome da Confidencial Imobiliário recorda “o esforço de mais de 20 anos da Confidencial Imobiliário em fornecer uma referência de informação ao mercado de escritórios, que já acontece em Lisboa com o Lisbon Prime Index”. Acrescenta o mesmo responsável que o “Porto Prime Index acontece hoje pelo dinamismo do mercado imobiliário de escritórios do Porto, que permite a criação de um sistema de informação com relevo e dimensão suficiente”.

Os primeiros resultados públicos estão já disponíveis em www.confidencialimobiliario.com