Habitação

Pedidos de inscrição e reavaliação de imóveis aumentam 250%

Ana Tavares |
Pedidos de inscrição e reavaliação de imóveis aumentam 250%

Tratam-se dos pedidos feitos através do Modelo 1 do IMI, usados para inscrição de um imóvel novo na matriz predial, para comunicar à AT alterações à área de um imóvel, mudanças de afetação, ou ainda para pedir a reavaliação do VPT.

De acordo com a informação da AT, à qual a Lusa teve acesso, em 2017 foram submetidos por via eletrónica 8.969 pedidos neste modelo, número que aumentou para 12.984 em 2018, e que passou para os 45.502 em 2019.

Já nos primeiros cerca de 5 meses deste ano, foram feitos cerca de 16.000 medidos através deste formulário.

O aumento destes pedidos pode ser explicado com a dinâmica do mercado imobiliário, mas também com a maior atenção dos contribuintes às suas despesas.

António Ernesto Pinto, especialista em temas fiscais da Deco, explica que «as pessoas estão mais atentas às contas que têm para pagar e ainda bem que assim é porque, no caso do IMI, muitas ainda estão a pagar mais do que deviam», cita o Eco.

Analisa também que mais proprietários estão informados da necessidade de verificar se um pedido de atualização do VPT lhes permite baixar a fatura do IMI.