Escritórios

Ocupação de escritórios cresce 25% no Porto

Felipe Ribeiro |
Ocupação de escritórios cresce 25% no Porto

Segundo o relatório OnOffice, da Predibisa, o início de 2022, o mercado de escritórios do Porto e Grande Porto registou um total 5.818 m² contratualizados, totalizando 12 operações registadas no primeiro trimestre. Face ao período homólogo, denota-se um crescimento do volume de área colocada, em 98%, o que se representa em mais 2.878 m² e um aumento de 25% no total de operações registadas.

Verifica-se também, simultaneamente, um aumento no valor de superfície média contratada por transação, de 368 m² para os 485 m². De acordo com a consultora, sete operações compreendem áreas entre os 200 m² e os 500 m², cerca de 41% da área absorvida e apenas duas com áreas inferiores a 200 m², correspondendo a 4% do total.

No primeiro trimestre, sete das doze transações foram mediadas pela Predibisa, equivalendo a 58% do total de operações verificadas. A cidade do Porto mantém a elevada tendência de procura de área de escritórios, que se tem verificado nos últimos anos, absorvendo cerca de 2/3 da área total colocada no trimestre, num total de 3.883 m².

O Central Business District da Boavista continua a ser a zona com maior dinâmica na região, sendo responsável pela maior absorção, com mais de 54% da área total colocada na cidade (2.107 m²) e por metade das operações registadas (cinco em nove).

As empresas do setor das TMT’s & Utilities, foram responsáveis pela maior taxa de ocupação (61%), seguindo-se os Serviços a Empresas com 24%.