Construção

Obras públicas a concurso atingem o valor mais alto dos últimos dez anos

Susana Correia |
Obras públicas a concurso atingem o valor mais alto dos últimos dez anos

Nos primeiros seis meses do ano foram promovidos concursos de obras públicas que totalizaram um valor total de 2.671 milhões de euros, num crescimento de 35% face ao apurado no 1º semestre de 2019, revela a AICCOPN.

De acordo com o último Barómetro das Obras Públicas avançado pela associação, o valor atingido pelos concursos de empreitadas abertos e objeto de anúncio em Diário da República nestes primeiros seis meses é o mais elevado em termos homólogos desde o início desta série que remonta a 2010, superando mesmo os registos para a totalidade do montante anual verificado em seis dos últimos oito anos.

Já o volume de contratos de empreitadas no âmbito de concursos públicos, celebrados no primeiro semestre de 2020 e objeto de reporte no Portal Base foi de 795 milhões de euros, menos 22% face ao período homólogo de 2019, valores que contrastam significativamente com os apurados para os concursos promovidos.

Por sua vez, os contratos de empreitadas celebrados em resultado de Ajustes Diretos e Consultas Prévias totalizaram 186 milhões de euros, menos 2% em termos homólogos.

Contas feitas, o total de empreitadas de obras públicas objeto de celebração de contrato e registo no Portal Base até final de junho foi de 1.102 milhões de euros na sua globalidade, traduzindo uma quebra homóloga anual de 14%.

A mesma forma, a variação homóloga temporalmente comparável (v.h.t.c), ou seja, utilizando apenas a informação que foi disponibilizada até ao dia 15 de julho de cada ano, também é negativa, situando-se em -1,5%.

Apesar das quebras verificadas na produção de construção em abril e maio, fruto do impacto da pandemia, no final de abril, o Governo anunciou estar pronto a avançar um pacote de novas obras públicas no valor de 3.000 milhões de euros, e cujos respetivos processos de concurso poderiam arrancar a qualquer momento.