Construção

Nova ETAR da Comporta vai custar €1,9M

Ana Tavares |
Nova ETAR da Comporta vai custar €1,9M
Projeto da nova ETAR da Comporta

A concluir em maio de 2021, esta nova ETAR permitirá melhorar as condições de tratamento de águas residuais desta zona, onde está a crescer o investimento em infraestruturas, nomeadamente com o novo projeto da Herdade da Comporta no horizonte.

Numa área de implantação de 7.000 m², a nova ETAR vai servir o lugar da Comporta, em Alcácer do Sal, num total de 2.500 habitantes. Terá consideradas zonas de reserva, o que permitirá triplicar a capacidade e responder, caso necessário, a exigências equivalentes a mais 5.000 habitantes.

O projeto é assinado pela Noráqua, e prevê que as águas residuais brutas cheguem à ETAR exclusivamente a partir da Estação Elevatória da EE Comporta, através de uma conduta elevatória.

A dst,sa, empresa do grupo dstgroup, é responsável pela conceção e execução desta obra, tendo ganho a empreitada no concurso público lançado pelas Águas Públicas do Alentejo.

De acordo com a empresa, esta infraestrutura estará equipada com um sistema de tratamento tecnologicamente avançado, incluindo tratamento primário, biológico e desinfeção adicional para produção de água para reutilização e tratamento de lamas por desidratação, com o objetivo de atingir elevados níveis de tratamento com a menor pegada possível.

A dst destaca que o projeto pretende contribuir para a sustentabilidade ambiental da região em que se insere, particularmente do ecossistema do Estuário do Sado, área classificada como Reserva Natural.