Porto

Monte da Bela vai ter 244 fogos acessíveis

Ana Tavares |
Monte da Bela vai ter 244 fogos acessíveis

Foto: CMP

Este projeto de habitação acessível vai surgir no terreno do Monte da Bela, em Campanhã, onde existir o Bairro de São Vicente de Paulo, ocupando uma área superior a 28.000 m².

Estão em causa 13 lotes, 12 dos quais destinados a uso habitacional, onde serão construídas 244 frações de tipologias T1 (12), T2 (192) e T3 (40). O outro lote será destinado a comércio, serviços e equipamentos.

Na reunião de Câmara da próxima segunda-feira, o Executivo vai votar a submissão do projeto de loteamento a consulta pública. No site da autarquia pode ler-se que «após a expectável aprovação da proposta, assinada pelo vereador dos pelouros do Urbanismo, Espaço Público e Património, Pedro Baganha, e depois de ser publicado o respetivo aviso em Diário da República, a operação de loteamento entrará em discussão pública por um período de 15 dias úteis».

O projeto do Monte da Bela enquadra-se na visão da CMP para a zona oriental da cidade e na estratégia camarária de resposta à dificuldade que o segmento médio tem no acesso à habitação no município, que considera «uma falha no mercado habitacional, prejudicando a coesão social, a diversidade e a coesão urbanas e aumentando o potencial de desigualdade e exclusão territoriais».