Liquidação do fundo da Comporta é discutida a 27 de novembro

Ana Tavares |
Liquidação do fundo da Comporta é discutida a 27 de novembro

 

A reunião vai também debater a forma de liquidação do fundo, atualmente gerido pela Gesfimo, gestora de fundos do Grupo Espírito Santo.

Segundo um adiantamento à convocatória da assembleia de 27 de novembro divulgado pela Gesfimo, citado pelo Expresso, um dos participantes com mais de 5% das unidades de participação do fundo pediu a inclusão da discussão sobre a forma de liquidação como segundo ponto da reunião, que tinha sido convocada com o único propósito de consultar os participantes sobre o contrato promessa de compra e venda que a Gesfimo fez com o consórcio da Vanguard Properties (do francês Claude Berda) e da Amorim Luxury (de Paula Amorim).

Ao que o Expresso e o Negócios apuraram, este participante será o Novo Banco, que sugere deliberar sobre «os termos, condições e extensão do processo de venda dos ativos do fundo, designadamente sobre a aprovação do contrato promessa de compra e venda» e «analisar as perspetivas futuras do fundo Herdade da Comporta, incluindo a sua eventual liquidação antecipada».

 A assembleia vai decorrer no hotel Sana em Lisboa.