Arrendamento

IHRU apoiou 748 famílias com o pagamento de rendas

Ana Tavares |
IHRU apoiou 748 famílias com o pagamento de rendas

Os empréstimos concedidos até agora somam os 1,5 milhões de euros, já contabilizando prorrogações dos prazos. É o que revela o Ministério das Infraestruturas e Habitação num balanço sobre os apoios dados à habitação no âmbito da pandemia de Covid-19.

Destas 3.076 candidaturas, 1.187 terão sido arquivadas, rejeitadas, indeferidas ou alvo de desistência do requerente. 1.065 foram devolvidas aos requerentes e aguardam a sua reformulação ou envio de dados adicionais relevantes. 76 candidaturas estão ainda em avaliação junto do IHRU.

Nesta nota, o ministério esclarece que «os principais fatores que levam ao indeferimento ou rejeição das candidaturas prendem-se com a existência de desconformidades quanto ao comprovativo da relação contratual, à quebra de rendimentos ou à declaração de honra, elementos essenciais para a atribuição do apoio», cita o Idealista.

Os arrendatários com comprovada quebra de rendimentos no decorrer da pandemia continuam a poder pedir estes apoios do IHRU até 1 de julho de 2021. A medida foi prorrogada, e o Governo definiu também um regime equitativo e progressivo de conversão destes empréstimos em comparticipações a fundo perdido no caso de agregados com maiores dificuldades.