Hotelaria

Hotelaria do Algarve perdeu mais de €800M em 2020

Ana Tavares |
Hotelaria do Algarve perdeu mais de €800M em 2020

Os dados provisórios da AHETA mostram que no acumulado do ano, tendo em conta os empreendimentos existentes, as dormidas desceram 63,6%. São menos 15,3 milhões de dormidas face a 2019.

Já a procura externa desceu 75,1%, representando menos 14,2% de dormidas e menos 3,2 milhões de hóspedes. A procura interna desceu 21,2%, numa perda de 1,1 milhões de dormidas e 280.000 hóspedes.

No mês em dezembro, a taxa de ocupação global média por quarto dos empreendimentos que estiveram em funcionamento foi de 14,5%, menos 60,7% que em igual mês de 2019. Os mercados que mais contribuíram para esta descida foram o holandês (‑83,3%) seguido pelo britânico (-79,6%), pelo alemão (-58,4%) e pelo mercado nacional (-37,0%). O volume de negócios desce 62,3% neste mês.