Hotelaria

Grupo Flow pretende investir €18M no Algarve

Felipe Ribeiro |
Grupo Flow pretende investir €18M no Algarve
Vilamoura

O grupo Flow tem como alvo investir cerca de 18 milhões de euros na área da restauração, hotelaria e diversão noturna no concelho de Loulé, até o verão de 2023. De acordo com comunicado, citado pelo jornal Negócios, este investimento centra-se em estruturas situadas entre as zonas de Vilamoura e da Quinta do Lago, cidades situadas no litoral do concelho de Loulé.

O grupo adquiriu o complexo da antiga Estalagem da Cegonha, a sua primeira incursão na área da hotelaria, onde será realizada «uma intervenção cuidada, avaliada em 4,4 milhões de euros», refere a nota citada pelo Negócios. O projeto prevê a recuperação da Estalagem da Cegonha, que tem atualmente 24 quartos, e da zona envolvente, com piscinas e jardim.

Na passada sexta-feira, o grupo inaugurou o espaço de animação noturna em Vilamoura, um investimento de 5,4 milhões de euros. Em 2020, a reabertura de um espaço na quinta do Lago, que funciona como bar, restaurante e clube, correspondeu a um investimento de 2,5 milhões de euros.

Para além dos investimentos citados, o grupo comprou espaços junto à Marina de Vilamoura «reservado à construção, no início de 2023, de um novo restaurante de peixe e marisco, num investimento estimado em três milhões de euros», refere em comunicado, citado pelo Negócios.

Anunciou-se também um investimento de 2,6 milhões de euros, na transformação das antigas instalações da Guarda Fiscal de Vilamoura, numa zona de restauração e um centro de atividades náuticas integradas.