JLL

Flower Tower arranca em Leça da Palmeira

Susana Correia |
Flower Tower arranca em Leça da Palmeira

A consultora detém o mandato exclusivo para a comercialização deste empreendimento com «uma arquitetura moderna e original» assinada pela OODA, e que foi «pensado para responder às necessidades dos jovens e famílias contemporâneas».

Perto do mar e da praia, e a uma distância de 15 minutos do centro do Porto, este projeto integra uma oferta «criada a pensar nas novas realidades familiares contemporâneas», com áreas entre os 39 m² os 165 m² e disponível em várias tipologias, de T0+1 a T3+1 Duplex, «sendo possível fazer algumas personalizações de modo a que o apartamento fique mais ao gosto pessoal do seu comprador».

Entre outras particularidades, todos os apartamentos do Flower Tower contam com mais de uma varada, com floreiras ajardinadas, sendo que o edifício oferece estacionamento e arrecadação para a maioria dos apartamentos, incluindo ainda áreas de lavandaria e arrumação no interior de algumas das casas. Disponível a todos os condóminos, no piso zero existirá um espaço fitness equipado, com apoio de lavabos e acesso direto ao jardim exterior; bem como uma sala multiusos de 100 m² envidraçada com espaços de apoio (copa e lavabos) e acesso a um pequeno jardim privado, a qual poderá ser usufruída pelos residentes como espaço de co-work durante o período diurno, como local para festas privadas ou para reuniões.

«O Flower Tower é dos projetos residenciais mais emblemáticos lançados este ano na zona do Porto», considera Patrícia Barão, Head of Residential da JLL Portugal. «São 108 apartamentos, com uma arquitetura original e moderna, ideais para jovens ou famílias que procuram casas ótimas, a 15 minutos do centro do Porto ou da praia, a um valor imbatível», garante, acrescentando que «é também uma oportunidade única de investimento».

 

Um investimento de 24 milhões

O Flower Tower é um dos três projetos que integram o plano de investimento no valor de 68 milhões de euros da Nexity Portugal, apresentado pela promotora de origem francesa no passado mês de abril.

Conforme adiantado na altura, este primeiro projeto em Leça da Palmeira representa um investimento de 24 milhões de euros, integrando também alguns espaços comerciais, além dos 108 apartamentos, numa área bruta de construção de 12.200 m².

Ali perto, a promotora imobiliária liderada por Fernando Vasco Costa tem ainda planos para investir outros 20 milhões de euros num segundo projeto em Leça da Palmeira. Mais a sul, em Lisboa, tem ainda em carteira um outro empreendimento residencial de 24 milhões de euros, a nascer no Dafundo.