Faturação da Remax Collection cresce 30,4% até junho

Ana Tavares |
Faturação da Remax Collection cresce 30,4% até junho

 

Esta é a imobiliária que mais imóveis de luxo vende no país pelo quarto ano consecutivo, com um volume de faturação de 31,3 milhões de euros em 2017, «mais do dobro da principal concorrente neste segmento» e mais 47,1% que no ano anterior, segundo o departamento de estatística da empresa.

Na primeira metade deste ano, o número de transações da empresa também aumentou 38,4%, face ao período homólogo, num total de 1.405 transações. O volume de imóveis comercializados pela Remax Collection representava no final do primeiro semestre 4,7% do total negociado por toda a rede. Os apartamentos continuam a ser os imóveis com mais procura, representando 62,4% do volume de negócio e 76,2% das transações, com as moradias a representarem 23,5% e 15,8%, respetivamente. As tipologias mais comercializadas são o T2 e T3 e o distrito de Lisboa, que inclui concelhos historicamente importantes para o segmento de luxo, como Oeiras e Cascais, domina neste tipo de imobiliário.

Os clientes portugueses representam 61,6% do volume de negócios angariados pela Remax Collection e 65,9% do número de transações. No ano passado, a imobiliária destaca o crescimento do peso dos clientes do Brasil e da China, em detrimento dos franceses. Até junho, os portugueses lideraram, seguidos pelos brasileiros.

Manuel Alvarez, presidente da Remax Portugal, comenta que «há quatro anos que a Remax Collection é a escolha destacada para quem quer comprar um imóvel de luxo, o que veio comprovar a nossa estratégia de lançar uma marca especializada neste segmento».

Nos próximos tempos, «haverá um alargamento da cobertura nacional com a abertura de novas agências Collection, algumas das quais muito em breve e quase em simultâneo. Mas o indicador em que provavelmente registaremos um maior crescimento será na satisfação dos clientes. Aliás, o crescimento contínuo dos resultados num segmento em que a confiança e a credibilidade são fundamentais é demonstrativo dessa satisfação».