Mediação Imobiliária

Faturação da Coldwell Banker sobe 154%

Ana Tavares |
Faturação da Coldwell Banker sobe 154%

Entre janeiro e setembro, a Coldwell Banker Portugal registou um total de 376 transações, um aumento de 133% face a igual período de 2020. Só no terceiro trimestre do ano, realizou 146 transações, mais 135% que em igual período do ano passado.

No acumulado do ano até setembro, o volume de faturação da Coldwell Banker Portugal registou «um crescimento sustentado», nomeadamente a partir do segundo e terceiro trimestres, numa subida de 154% face a igual período de 2020.

A produtividade da empresa também cresceu, com a faturação média por consultor a fixar-se nos 25.469 euros e o volume de vendas geradas a subir 110%, face a igual período acumulado do ano anterior.

Frederico Abecassis, CEO da Coldwell Banker Portugal, destaca que «os resultados que registamos até setembro são bastante positivos e dão mostras significativas que o mercado não estagnou. Pelo contrário, está em franca recuperação. Isso é sobretudo notório no aumento da procura e da valorização das habitações que se tem vindo a registar nos últimos meses».

Segundo o responsável, «o crescimento das transações registadas durante os primeiros três trimestres foi sobretudo impulsionado pela dinamização da procura interna, mas também pela procura de famílias estrangeiras que pretendem estabelecer residência em Portugal e que se inserem no segmento residencial “premium”».

Por outro lado, «também os nómadas digitais - outro segmento que tem vindo a estimular o mercado – são responsáveis pelo crescimento que se tem verificado, sobretudo na cidade de Lisboa, onde tendem a estabelecer-se por um período de tempo que pode variar entre 6 meses a um ano».