Crédito

Euribor a 6 meses avançou hoje para -0,034%

Felipe Ribeiro |
Euribor a 6 meses avançou hoje para -0,034%

Desde que o BCE referiu que, devido ao aumento da inflação na Europa, poderia aumentar as taxas de juro diretoras, as Euribor começaram a subir de uma forma mais significativa. E foi o que se sucedeu hoje: as três taxas Euribor (três, seis e 12 meses) atingiram novos máximos desde junho de 2020, janeiro de 2016 e outubro de 2014, de acordo com o Dinheiro Vivo.

A Euribor a três meses, fixou-se nos -0,335%, mais 0,003 pontos, um novo máximo desde junho de 2020.

A taxa mais utilizada em Portugal no que diz respeito a créditos de habitação, a taxa Euribor a seis meses, atingiu hoje um novo máximo desde janeiro de 2016: avançou para -0,034%, um acréscimo de 0,011 pontos face à sessão anterior.

Já a taxa Euribor de 12 meses, registou um novo máximo desde outubro de 2014: avançou para 0,417%, um aumento de 0,027 pontos quando comparado à sessão anterior.