Engexpor

Engexpor e Católica desenvolvem novo projeto de inovação

Ana Tavares |
Engexpor e Católica desenvolvem novo projeto de inovação

Esta iniciativa foi desenvolvida ao abrigo do programa Católica Academic Consulting, através do qual este grupo de alunos trabalha diretamente com os dirigentes da empresa na resolução de um desafio real relacionado com a sua atividade e setor de atuação.

No caso da Engexpor, este trabalho consistiu no estudo e apresentação de uma proposta para incorporar na empresa uma nova tecnologia aplicada à gestão de projetos e à oferta de novos serviços digitais e de inovação. O projeto incidiu especificamente sobre a metodologia BIM.

Miguel Alegria, CEO da Engexpor, comenta em comunicado que «foi sem dúvida uma experiência enriquecedora trabalhar com um grupo de jovens tão talentosos e dedicados. Só posso agradecer à Católica por criar oportunidades que além de aproximarem as empresas e as universidades se focam em projetos reais desenhados à medida das organizações e dos seus alunos».

E completa que «a transformação digital na indústria de arquitetura, engenharia e construção tem alterado a forma como desenvolvemos a nossa atividade e prestamos serviços aos nossos clientes e conviver com jovens com ideias novas e perspetivas diferentes dá ainda mais ânimo à nossa vontade de inovar e de sermos impulsionadores da mudança no nosso setor».

Rute Xavier foi a professora que liderou este projeto dos alunos César Levenq, Master em Management e Especialização em Corporate Finance, Clément Desmouceaux, Inês Tiago, Simon Chiffoleau e Tiago Caetano, Masters em Management e Especialização em Estratégia. Em comunicado, comenta que «para a Católica é fundamental este tipo de colaboração com as empresas pois permite aos nossos alunos uma aprendizagem hands-on e prepará-los da melhor forma para enfrentarem o que são os desafios do mercado de trabalho que estão prestes a ingressar. Acreditamos que é uma colaboração em que todos ganham. O desafio e apoio que receberam por parte da Engexpor foi primordial».