Escritórios

Empresas ocupam 33.766 m2 de escritórios no Porto até setembro

Ana Tavares |
Empresas ocupam 33.766 m2 de escritórios no Porto até setembro

O mercado de escritórios do Grande Porto colocou 33.766 m² de escritórios no acumulado do ano até setembro, num total de 39 operações, mostra o OnOffice Market Report da Predibisa.

O terceiro trimestre teve um forte impacto no volume de área absorvida, representando 61% da área total. Agosto e setembro foram os melhores meses do ano, com 12.130 m² e 8.071 m² colocados, «em linha com os sinais de recuperação que o mercado tem vindo a mostrar nos últimos meses».

A área colocada no acumulado do ano está 13% abaixo de igual período do ano passado, apesar do aumento do número de transações 22% acima do valor registado em 2020, o que se traduz numa redução do take up médio de 1.104 m² para 866 m².

A cidade do Porto continua a concentrar a maior atividade empresarial, com 31 das operações de arrendamento de escritórios, num total de 19.830 m² colocados (59% da área total). Segue-se a zona de Matosinhos, com 4 operações e 9.329 m² colocados, Out of Town, com 1 operação de 3.500 m², Vila Nova de Gaia, com 2 operações e 1.007 m², e a zona Oriental, com 254 m².

Nos primeiros noves do ano, destacam-se quatro operações com áreas superiores a 3.000 m², das quais três tiveram origem nos meses de agosto e setembro. Quanto às restantes operações, catorze têm áreas compreendidas entre os 500 m² e os 3.000 m², onze com áreas entre os 200 m² e os 500 m² e dez com áreas inferiores a 200 m²

Nestes 9 meses, a Predibisa foi responsável por 44% das operações, garantindo a colocação de 11.447 m².

Segundo a consultora, a expansão das empresas foi o principal motivo de ocupação de escritórios, motivando 40% da área absorvida. Ressalva que «o Porto continua um mercado atrativo e a captar cada vez mais investimento externo, registando 15 operações referentes à chegada de novos players à região, que se traduzem em mais de 1/3 da área total colocada (11.363 m²). Por último, o motivo de mudança de instalações é responsável também por 15 operações e 26% de área absorvida com 8.736 m² colocados».