Escritórios

Colocação de escritórios sobe 6,9% até março

Ana Tavares |
Colocação de escritórios sobe 6,9% até março

De acordo com a análise da Savills, no primeiro trimestre do ano foram concretizadas 34 operações, menos 21% face a igual período de 2019. O Parque das Nações absorveu o maior volume de área ocupada, com 11.848 m² colocados, num total de 6 operações, duas delas acima dos 3.000 m². Já o Corredor Oeste registou a maior subida homóloga do trimestre, num total de 11.507 m² de escritórios ocupados.

Rodrigo Canas, Associate Director do Departamento de Escritórios da Savills Portugal, comenta que «na sequência do que temos vindo a observar nos meses de janeiro e fevereiro, no 1º trimestre de 2020 é muito claro que o mercado de escritórios de Lisboa está numa fase de crescimento da procura e ocupação de áreas maiores. Apesar de termos verificado um decréscimo no número de operações, as áreas médias ocupadas revelam uma tendência de subida», nota.

Apesar desta boa performance o cenário é mais pessimista para o resto do ano, admite o responsável: «o volume de absorção verificado no 1º trimestre de 2020 não contempla ainda os efeitos gerados no mercado imobiliário pelo Covid-19, que estão já neste momento a causar um efeito wait and see nas decisões de investimento das empresas. Não obstante, acreditamos que Portugal irá conseguir manter-se como mercado atrativo e competitivo no contexto europeu».