Financiamento

BEI concede empréstimo de €250M para regeneração urbana de Lisboa

Felipe Ribeiro |
BEI concede empréstimo de €250M para regeneração urbana de Lisboa

A Câmara Municipal de Lisboa assinou um contrato com o Banco Europeu de Investimento, relativo à última parcela de 90 milhões de euros de um empréstimo-quadro de 250 milhões de euros, concedido ao abrigo do Plano de Investimento para a Europa.

A finalidade da assinatura deste contrato passa por melhorar a regeneração urbana em Lisboa, bem como de combater as alterações climáticas, indica o BEI em comunicado, citado pelo Idealista/news, «parte do apoio financeiro do Banco da UE será canalizado para a modernização do sistema municipal de drenagem e contribuirá para reforçar a resiliência de Lisboa às alterações climáticas, melhorando a sua capacidade de resposta a fenómenos meteorológicos extremos, como inundações e tempestades», em comunicado.

De acordo com o BEI, citado pelo Idealista/news, este projeto engloba «infraestruturas urbanas em determinadas áreas da cidade com vista a melhorar a qualidade dos espaços públicos e a concluir a reabilitação da zona ribeirinha da capital portuguesa». Para Carlos Moedas, este apoio do BEI permite à CML «desenvolver um dos projetos mais críticos» na cidade de Lisboa «para mitigar uma das mais sérias consequências das alterações climáticas: as inundações».

O Presidente da Câmara Municipal de Lisboa demonstra ainda que «quer reforçar a parceria estratégica do município de Lisboa com o BEI em áreas tão decisivas como a sustentabilidade e ação climática, economia azul, inovação e habitação social».

Com este contrato, são agora 48 projetos e acordos de financiamento assinados em Portugal ao abrigo do Plano de Investimento para a Europa, o que corresponde a um financiamento total de 4 mil milhões de euros, que deverá mobilizar mais de 13,5 mil milhões de euros.