Engenharia

APPC elege nova Direção

Felipe Ribeiro |
APPC elege nova Direção

A Associação Portuguesa de Projectistas e Consultores elegeu a nova Direção para o triénio 2022-2024: a nova direção tem como presidente Jorge Nandin de Carvalho, que representa a TPF. Integram ainda o corpo diretivo os vogais Fernando Bagulho (Atelier do Chiado), Alexandre Portugal (COBA), Artur Gomes da Costa (Consulmar), Nuno Costa (Quadrante), Bernardo Matos de Pinho (Tecnoplano) e Miguel Guimarães (Struconcept).

Com o mote "Crescer, Capacitar, Comunicar", a nova Direção da APPC tem como finalidade rejuvenescer a associação e aumentar o seu impacto e relevância atual. Para além disso, pretende dinamizar o setor e preparar os associados para enfrentar os desafios sociais, ambientais e de financiamento vigentes.

O novo presidente da APPC assume que «defendemos um programa ambicioso que se baseia em fazer crescer a associação em linha com as necessidades do país para dar resposta aos desafios do PRR e do PNI 2023; em capacitar o setor para que este possa estar à altura dos desafios sociais e ambientais com que se depara a sociedade portuguesa; e comunicar com todos os stakeholders para que as novas gerações tenham uma noção clara do valor social da arquitetura e engenharia».

Nestes primeiros meses do mandato, a associação levará a cabo uma reflexão estratégica para cumprir o objetivo de fortalecer a ação e notoriedade da associação, sendo que estão «previstas diversas iniciativas para a melhoria dos serviços de arquitetura e engenharia, dinamização do setor e da própria a APPC na qualidade de promotora dos seus associados», em comunicado.

Jorge Nandin de Carvalho refere ainda que «este é um setor muito prestigiado no estrangeiro, onde as nossas empresas concorrem de igual para igual com líderes de mercado de toda a Europa, destacando-se pela qualidade e preço. Na APPC acreditamos que o nosso setor é determinante para atingir o objetivo do país em exportar 51% do PIB, pois estas empresas, no âmbito dos seus serviços de projecto e procurement, são potencialmente multiplicadoras de exportações da cadeia da atividade de construção, incluindo de materiais de construção, equipamentos e das próprias construtoras».