Habitação

Amortização dos créditos à habitação sobe 30%

Felipe Ribeiro |
Amortização dos créditos à habitação sobe 30%

Em 2021, os portugueses amortizaram mais de 5,7 mil milhões de euros de créditos à habitação, valor que corresponde a um crescimento de 30% face a 2020 e de 19% face a 2019, revela o Jornal de Notícias, citado pelo Expresso.

De acordo com os dados do Banco de Portugal, estão em causa 132.375 reembolsos de créditos à habitação, num total de 5,7 mil milhões de euros, em 2021, sendo que 5,3 mil milhões de euros (do total de 5,7 mil milhões) referem-se a reembolsos totais, em que o crédito ficou liquidado (cerca de 89 mil contratos). Já os restantes 400 milhões tratam-se de reembolsos parciais.

Quem decidiu pelo reembolso total entregou 59.791 euros, a passo que o reembolso parcial foi, em média, de 9684 euros, revela o jornal. Quase um terço do total de empréstimos liquidados, refere-se a a créditos mais baixos. De referir ainda que, mais de 50% dos portugueses que optaram pelo reembolso parcial não entregou mais do que 2500 euros ao banco onde contraiu o crédito.