Arrendamento

Aberta nova fase do Programa de Renda Acessível

Ana Tavares |
Aberta nova fase do Programa de Renda Acessível

Esta é a 4ª edição do programa, lançada cerca de um ano depois da primeira. Os interessados em candidatar-se a uma casa com renda acessível, disponibilizada pela autarquia com uma renda correspondente até, no máximo, um terço do rendimento líquido do agregado familiar, já se podem candidatar.

Na primeira fase do programa, foram disponibilizadas 120 habitações, que receberam 3.170 candidaturas. De recordar que o objetivo da Câmara de Lisboa é colocar 6.000 casas com rendas acessíveis no mercado, mas quer ir além desse valor a médio prazo.

Em julho deste ano, a autarquia arrancou o programa Renda Segura, através do qual proprietários privados podem arrendar os seus imóveis à autarquia, que os subarrenda a preços mais baixos através do Programa de Renda Acessível. Já na sua segunda edição, o Programa Renda Segura tem tido pouca adesão, por isso a CML decidiu manter as candidaturas abertas durante todo o próximo ano.

Os interessados podem consultar o processo no site Habitar Lisboa, plataforma criada especialmente para o efeito.